Quinta-feira, 19 de Março de 2009

D., o amigo virtual.

O D. é, aparentemente, um rapaz interessante (digo aparentemente porque não o conheço).

Tive a feliz (ou infeliz) casualidade de o conhecer numa rede social (algo parecido com o Hi5), quando decidi partilhar uma espécie de anedota. Ele comentou, mas eu não respondi. Mais tarde recebi uma mensagem privada do D. e não mais deixamos de falar. Estava longe de imaginar que isto seria o principio para uma amizade virtual.

Inicialmente considerava que o D. seria mais um daqueles rapaz interessados em conversas ordinárias e sujas, apesar de as mensagens privadas que enviava para a minha página pessoal demonstrarem o contrário. Pensava que o D. apenas queria o meu email para que fizesse o que muitas adolescentes fazem: ligar a web câmara e despirem-se para quem esta do outro lado (conheço quem o tenha feito). Enganei-me.

Ao longo de 4 meses, muita "tinta correu" (neste caso, muito escreveram os nossos dedos). Falávamos de um pouco de tudo: livros, amores, desgostos, tristezas, viagens, sonhos ... praticamente sabemos tudo um sobre o outro. Aliás, acrescentaria que nunca as conversas começavam por minha iniciativa; era sempre ele quem começava a conversar comigo. O tema sexo nunca surgiu... Ou melhor, ele chegou a ser comentado superficialmente (e apenas uma vez referiu uma fotografia com um decote).

Somos ambos descomprometidos, solteiros e carentes. Talvez por isso tenha manifestado interesse em me conhecer pessoalmente; ou talvez não. Talvez tencione conhecer mais uma amiga. Desconheço quais os motivos para ele me querer conheçer (e já pensei em milhares, boas e más). Os meus são claros: deixar de o tratar apenas como um "amigo virtual".

Na verdade, tenho dentro de mim um bichinho que me pede para o conhecer. Mas há medos. Mil e um medos de conhecer o desconhecido, de conhecer o D..

Graças a estes medos, decidi pesquisar histórias de amigos virtuais que se tornaram reais. Fiquei surpreendida. A maioria das histórias relatadas são negativas, de encontros que se tornaram pesadelos. Mas há um lado bom, daqueles que se conheceram e se tornaram amigos e, noutros casos, até namorados.

Desabafei com a "Mafalda" este assunto. Ela considera que deveria marcar esse encontro, mas com cuidado. Ou seja, deveria ir para um sítio movimentado, onde ela e o M. poderessem estar para o caso de acontecer algo mau, só para prevenir.

Sei que não poderei adiar por muito tempo este inevitavél encontro, porque eu própria o desejo. Mas gostaria de o fazer só para Maio, altura das festas académicas.

E vocês, o que acham?

Hoje estou: a precisar de conselhos!
Estou a ouvir: Lifehouse : hanging by the moment
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 14:56
link do post | desabafar | favorito
18 comentários:
De Joana a 19 de Março de 2009 às 16:27
Obrigada minha queridA pelo miminho...
Beijinhos***
De DesabafosDaMinhaAlma a 19 de Março de 2009 às 17:49
De nada!
Tu mereces. :)
Um beijinho.
De Açucena a 19 de Março de 2009 às 19:16
Encontros com pessoas q nao conhecemos é sempre perigoso a gente pensa q conhece a pessoa ha sempre aquela vontade d saber como é mas dp...
Tudo uma desilução..ou nao..depende das conversas e do que achas da pessoa..

Mas quem sabe se nao da certo? :)

beijinhos
De DesabafosDaMinhaAlma a 19 de Março de 2009 às 19:36
Tens razão.
Por vezes pensamos conhecer uma pessoa virtualmente e na realidade tornam-se noutra coisa. Mas isso é como na vida real. Conhecemos pessoas que, aparentemente, parecem ser "isto ou aquilo" mas quando as conhecemos um pouco melhor compreendemos que não é assim.
Aparentemente, o D. parece ser sincero e verdadeiro. Todo o que me tem dito, a sua página pessoal o demostra.
Mas como tu própria o afirmas (e muito bem) este tipo de encontros são perigosos e é esse perigo do qual eu tenho medo...
Um beijo.
De Ami a 19 de Março de 2009 às 20:15
Eu acho que após 4 meses de "conversa" já dá para conhecer um pouquinho a pessoa que está do outro lado da "linha" :) Porque não conhecer? Força!!
Claro que deves estar sempre de pé atrás.. mas.. a vida é uma aventura! :p
De DesabafosDaMinhaAlma a 19 de Março de 2009 às 20:23
Concordo contigo. Acho que neste tempo, já nos conhecemos um pouquinho bem para transforma-la, quem sabe, numa amizade real.
Sim, a vida é feita de aventuras... Mas esta é daquelas aventuras em que fico sempre de pé atrás.
Obrigada pela tua opinião.
Um beijo.
De Rui Torre a 19 de Março de 2009 às 22:28
Um conselho... quando se conhece um amigo virtual dá sempre asneira quer seja imediata ou mais tarde. Digo isto porque cheguei a conhecer uma miúda dessa forma e até namoramos e inevitavelmente acabou pessimamente. Outra altura depois que conheci outra miúda acabou-se a magia e aquele à vontade para falar de tudo e mais alguma coisa sumiu para sempre. Em menos de nada voltamos a ser perfeitos desconhecidos.

Amizades virtuais são e devem continuar assim a meu ver... virtuais. Encantam sempre mais que quem conhecemos pessoalmente pelo mistério envolvido, pela imagem perfeita que criamos nas nossas cabeças como que um conto de fadas. A realidade é simples para quem a quiser ver. Nada nem ninguém é perfeito e quanto mais ideal parecer pior é a realidade que esconde.

Mais... os maiores sarilhos e desgostos que nos acontecem somos nós que os provocamos ou que, de certa forma, permitimos que nos aconteçam.

(a minha história e maior desgosto de toda a minha vida foi provocado por um desses encontros... não devo nem vou contar aqui mas acredita que me aconteceu tudo o que de pior pode acontecer a alguém inclusive ando ameaçado de morte)

Espero ter sido útil. Os encontros virtuais teem sempre uma carga romântica muito grande e por tras dela uma carga de trabalhos maior ainda.

(Não há excepções... há sim ilusões diferentes para o mesmo caminho)

Se quiseres saber ao certo o que me aconteceu creio que tens o meu e-mail...

Beijinhos.
De DesabafosDaMinhaAlma a 20 de Março de 2009 às 17:23
Referis-tes uma coisa da qual eu tenho receio, caso me encontre com o D.: perder-se a magia que existe numa amizade virtual.
Tenho outros receios e medos, mas creio que é normal. Conheço quem tenha começado como amigos virtuais e acabado como namorados e há aqueles que acabam em casamento (como já foi noticiado); mas existem também aqueles que apenas ficaram amigos...
Eu não me iludo. Iludi-me uma vez com alguém bem real e que me fez sofrer muito (ainda hoje).
Obrigada pela tua mensagem e pela partilha da tua experiência. Terei em conta na altura de decidir.
Um beijinho.
De O Gato a 20 de Março de 2009 às 06:33
Bem como diz uma amiga tua 4 meses já é algum tempo mas nunca fiando.
Encontro pode ser mas em lugar publico tipo num café que conheças bem.
1. Ver de longe a peça e ver a pustura dele.
2. Sempre mas sempre com um pé atrás.
3. Nada de muitas confianças nem interese no primeiro encontro.
4. Sempre com cuidado e não te deixares levar pelo intusiasmo.

Resumindo tem muito cuidado ok.
Falo assim e sou homem.

Beijinhos e depois quero saber como foi
De DesabafosDaMinhaAlma a 20 de Março de 2009 às 17:14
Brigada pelos conselhos! :)
Eu ainda não decidi nada. Em breve talvez o faça, mas até lá ainda tenho de ganhar coragem para esta aventura.
Quando eu tiver (se chegar a acontecer) o 1º encontro com o D. conto como foi.
Um beijinho.
De StAr a 20 de Março de 2009 às 17:37
Oi! Eu acho que se combinares um encontro num sitio movimentado e levares uns amigos (poucos) para salvaguardar qualquer percalço é na boa! Beijokas*
De DesabafosDaMinhaAlma a 20 de Março de 2009 às 17:55
Olá minha querida.
Como já o disse no post, caso me venha a encontrar com ele, será durante o dia, num sítio movimentado (e que eu conheço bem) e com dois amigos nas próximidades.
Bigada pela teu conselho.
Um beijinho.
De Dreamer a 20 de Março de 2009 às 21:55
Vai em frente, mas sempre com pé atrás de facto. Nunca se sabe. A mim já me aconteceu algo do género e não me arrependo. Um dia conto-te, se quiseres ;)
Mas acreditando que ainda há pessoas diferentes, há-de correr tudo bem. Boa sorte :) bjnh*
De DesabafosDaMinhaAlma a 20 de Março de 2009 às 22:31
Bigada pelo teu apoio! :)
É claro que vou querer conhecer essa tua história. ;) Quem sabe se não tenho a mesma sorte que tu (isto apesar de não conhecer a história).
Beijinhos.
De Menina_Borboleta a 22 de Março de 2009 às 11:03
Já conheci realmente amigos virtuais... a verdade é q até agora tudo correu bem, mas verdade seja dita a magia desaparece completamente!

Beijo e boa sorte
De DesabafosDaMinhaAlma a 22 de Março de 2009 às 18:40
Ainda bem que assim o tem sido! :)
Espero, caso decidi a vir a conhecer-lo, que as coisas também me corram bem... Só espero que depois não acabe a magia ....
Beijinhos.
De Matt Xell a 25 de Março de 2009 às 23:41
Sabes que muitas vezes criamos expectativas demasiado altas para algo e acabamos por sair desapontados... Mas as tuas dúvidas em encontrar-te com ele, podem ter um outro significado.
Tu por natureza, deves ser uma pessoa que gosta de ter as coisas controladas por forma a nunca sair magoada. E o facto de esse encontro poder ter consequências imprevisíveis, faz-te sentir um turbilhão emocional. E não é o facto dos teus amigos estarem próximos de ti numa zona movimentada quando estiveres com ele, que te fará sentir mais segura... enquanto não tiveres mais confiança em ti, acho que não devias encontrar-te com ele, só por achares que já é inevitável um encontro... talvez devesses esperar por uma altura em que estivesses menos carente como tu dizes e com a certeza de que queres encontrar-te com ele não por obrigação ou por necesidade, mas porque é algo que tu queiras mesmo e não tenhas dúvidas que queres estar com ele...
De DesabafosDaMinhaAlma a 26 de Março de 2009 às 15:50
Em poucas palavras conseguistes compreender o que realmente sinto em relação a esta hipótese.
Os meus medos e receios são reflexo da minha insegurança, da minha fraca auto-estima. É, sobretudo, o medo de não saber como reagir, de não saber o que dizer, de estar sempre a pensar em questões de complexo.
Talvez seja mesmo melhor só me encontra com ele quando eu me sentir preparada...
Obrigada pelas tuas palavras e pelo teu apoio! :)
Um beijo.

Comentar post

.Os prémios.

.Quem desabafa?

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
15
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Desabafos recentes

. Um até já!

. ...

. Apresentação.

. Que ódio!

. O PC e a internet.

. A pikena (parte 2).

. Dupla face.

. Consegui?!

. Recordar.

. Esta minha vida...

. A pikena.

. E hoje acordei assim...

. Vá, curte com ele! (2)

. Vá, curte com ele!

. Arrependimento...

.Caixa de desabafos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.mais comentados

18 comentários
13 comentários
11 comentários
11 comentários
10 comentários
10 comentários
10 comentários
9 comentários
8 comentários
8 comentários
8 comentários

.As imagens

Todas as imagens aqui publicadas resultam de pesquisas realizadas em motores de busca, salvo excepções referidas. A imagem do cabeçalho é da autoria de Irisz Agocs em Artista Blog.

.Arquivado em

. todas as tags

.Pesquisar

 
RSS