Domingo, 3 de Maio de 2009

Vá, curte com ele!

Quando bebemos dissemos coisas que queremos e aquelas que queremos esconder. Depois de ter dito o que deveria e não deveria; depois de ter dito o quão me sinto sozinha e o quão odeio aquele por me ter feito sofrer, eis que elas decidiram (as minhas amigas) que deveria arranjar uma curte.

Na noite de ontem, um dos meus colegas trouxe companhia masculina. Um desses jovens, depois de ter tentado comer a Mafalda decidiu atacar-me.

Braço no meu ombro, cara quase colada na minha, afirmando perante as minhas amigas que me tencionava beijar mas, muito bebado! Porém, eu não estava a achar graça nenhuma às suas investidas (tirando o seu sotaque)... nem a ele nem a elas. Afastei-me e pedi-lhes para que não inventassem histórias porque não queria; mas elas insistiam e até o aconselhavam Sê meiginho e vai com calma! Enquanto uma o aconselhava, a outra falava comigo Qual é o mal Maria? A primeira vez não ter de ser especial! Se calhar nem o voltas a ver! E ele até é giro e esta interessado em ti...

Contudo, enquanto ela falava eu recordava a noite em que tive, quiçá, a melhor oportunidade de o ter beijado pela primeira vez... Foi a primeira vez que saimos como uma verdadeira turma, unida, uma família. Foi a única vez que tal aconteceu e, foi a única vez que o R. saiu connosco.

Nessa noite poderia ter dado o meu primeiro beijo, com aquele de quem eu realmente gostava. Mas, não foi capaz, apesar do incentivo das minhas amigas, tal como nesta noite.

A oportunidade surgiu quando quando ele regressava do bar e eu para lá caminhava (a pedido das minhas amigas). Trocamos olhares e próximos um do outro; questionou-me se estava a gostar da noite, respondendo-lhe sim e trocando sorrisos. Mas foram esses sorrisos que me fizeram fugir. Tive medo. Medo de arriscar, medo de que ele me rejeita-se, medo de pensar que aquilo poderia levar ao que eu tanto queria... ser dele e ele meu.

Quando recordo aquela noite, à minha mente regressam as frases com que me desculpei para não ter acontecido nada entre nós Não gosto de curtes! Não sou descartavél, em que alguém me usa e deita fora. Nem um troféu, na colecção de meninas comidas nas noites.

Ontem, às minhas colegas afirmei que Não conseguia. Se não tinha curtido com quem eu mais gostava, não o faria com um desconhecido.

Mas será que é o mais acertado? Afinal, não me imagino a gostar de outro alguém como do R. gostei.

Será melhor esperar por alguém de quem goste e que goste de mim? Será que, realmente, a primeira vez de um beijo não é assim tão especial? Será que realmente devo esperar?

Não me arrependo de lhe ter dado uma tampa. Não me arrependo mesmo. Afinal, foi a segunda opção, depois de a Mafalda também lhe ter dado uma tampa. Afinal não estava assim tão interessado como elas diziam...

A única coisa que me aborreceu foi o D., que pelos vistos também decidiu deixar-me pendurada ou então, desencontramo-nos (prefiro esta última hipótese, é mais simpática, apesar de saber que, possívelmente, a primeira é a mais acertada)!


p.s.1: As minhas amigas continuam a insistir que ele não estava bebado e ele afirma o mesmo; eu acredito no contrário.

p.s.2: E as mesmas dizem que deveria saber o que se passou ontem com o D., ou seja, mandar-lhe uma mensagem; eu estou na dúvida.

Estou a ouvir: Deolinda : não sei falar de amor
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 10:38
link do post | desabafar | favorito
6 comentários:
De Menina_Borboleta a 3 de Maio de 2009 às 20:12
Txiii como me revejo e muito nestes ultimos dois post's...
Como nós comete-mos erros devido a uns copos e as figuras q fazemos... :S
Quanto ao beijo... falo por mim valeu a pena esperar por uma pessoa especial. o mais certo é que nao se fique com essa pessoa para sempre lool, mas pelo menos no momento era a pessoa especial. Por isso beija só quando achares q a pessoa vale a pena, E não so porque sim...
De DesabafosDaMinhaAlma a 4 de Maio de 2009 às 16:59
Infelizmente quando andamos mais em baixo, um jantar pode traduzir-se numa bebedeira, fazendo figuras ridiculas, dizendo o que não se deve... Apenas quero esquecer aquele dia.
Quanto ao beijo, concordo contigo. Não acredito em amores para a vida inteira. Por isso sei que, quando beijar esse tal, as coisas não irão durar para sempre e é por isso que quero esperar até que chegue (se chegar) um outro R. para que o meu coração sinta o que noutras alturas sentiu.
Beijinhos.
De Estrela a 5 de Maio de 2009 às 11:19
fizeste o que achaste melhor e pronto ... isso é q interessa!!!
boa semana para ti :)
De DesabafosDaMinhaAlma a 5 de Maio de 2009 às 18:20
Tens toda a razão! :)
Beijinhos.
De Mariana. a 5 de Maio de 2009 às 19:30
só tenho dois posts porque antes a minha casa era outra e agora este blog é privado só para pessoas em quem eu confie ou saiba que não pertencem ao meu mundo real. eu gostava de ter as oportunidades de curtir, ao menos sentia-me desejada e não (a) sinto-me diferente, sinto-me rejeitava e tudo o que leste por não andar e ter agora tomado consciência de que tenho de me aceitar. Mas isso que dizem de TENS DE TE ACEITAR, VIVE UM DIA DE CADA VEZ, TODOS GOSTAM DE TI. É mentira, muitos são grandes pessoas pela frente dizem que se adaptam a mim e por trás mandam bocas e eu é que passo pela pessoa que não faz um esforço para se adaptar. Se me aceitassem e me respeitassem não seria gozada porque saberiam que me feriam. Mas no mundo há muita gente nojenta até ao limite!
De DesabafosDaMinhaAlma a 5 de Maio de 2009 às 20:18
Lol! Só reparei nesse facto depois de já ter escrito o comentário. E desde já um obrigada por compartilhares um pouquinho de ti comigo. :)
Na verdade, quando começaram a dizer que ele queria curtir comigo eu senti nojo... Sempre quis saber como me sentiria quando isso acontece-se, quando alguém senti-se interesse por mim e, acredita, preferia ter ficado sem saber. Senti nojo e ódio, naquele momento só queria desaparecer, porque em primeiro lugar ele estava bebado e porque tinha sido a segunda opção. Senti-me um ser miseravel por isso... porque só assim atrai-o, porque só quando nenhuma das minhas amigas o quer...
Sim, infelizmente, sei o que é isso... O de ser o gozo, o fardo, a que todos têm pena e a que todos dizem que és assim e assado quando não o és... Sim, também sei o que é isso... Há anos que conheço esse sentimento...

Comentar post

.Os prémios.

.Quem desabafa?

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
15
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Desabafos recentes

. Um até já!

. ...

. Apresentação.

. Que ódio!

. O PC e a internet.

. A pikena (parte 2).

. Dupla face.

. Consegui?!

. Recordar.

. Esta minha vida...

. A pikena.

. E hoje acordei assim...

. Vá, curte com ele! (2)

. Vá, curte com ele!

. Arrependimento...

.Caixa de desabafos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.mais comentados

18 comentários
13 comentários
11 comentários
11 comentários
10 comentários
10 comentários
10 comentários
9 comentários
8 comentários
8 comentários
8 comentários

.As imagens

Todas as imagens aqui publicadas resultam de pesquisas realizadas em motores de busca, salvo excepções referidas. A imagem do cabeçalho é da autoria de Irisz Agocs em Artista Blog.

.Arquivado em

. todas as tags

.Pesquisar

 
RSS