Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

...

Cada vez amo mais aquele meu professor...

Para além da humilhação que nos fez passar, decidiu tratar-me pelo segundo nome (o que não gosto nadinha) e trocar o meu apelido...

O que uma pessoa sofre para tirar o canudo! E o semestre que nunca mais acaba!

Estou a ouvir: One Republic : stop & stare
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 16:23
link do post | desabafar | favorito
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

Apresentação.

Estou preocupada. A apresentação de ontem foi a pior que fiz em toda a minha vida.

Geralmente fico nervosa, começo a falar baixo e poucos compreendem o que digo; apesar de mudanças significativas, já começo a falar mais alto e tento ficar o menos possível nervosa. Mas, ontem, foi para esquecer...

Antes da minha apresentação, outra colega apresentaria um outro texto. Ainda não estava nervosa, o nervossismo e o medo começou a apoderarer-se de mim quando o professor a questionou com isto e com aquilo acerca do texto. Ponha-me no lugar dela e tentava responder às perguntas como se do meu texto se trata-se e compreendi que não sabia nada.

O texto era díficil, muitos conceitos, números, dados, muita coisa para explicar algo simples. Além do mais, nem a mim nem à Mafalda interessava o tema ali tratado.

Esforçei-me, dei o melhor de mim, tentei perceber...

Terminara a apresentação da colega e o debate em torno do texto, uma hora depois do inicio da aula. Olhou para nós, com aquele olhar sinico... Entregamos a ficha de leitura...

 

Isto é a vossa ficha de leitura?

Sim, mas tem a síntese e a apresentação.

Vocês não vão apresentar isto tudo, pois não?!

(olhando os diapositivos que seguiam em anexo)

 

Enquanto eu preparava o power point, perguntava à Mafalda o que achara do texto. Depois lançou a pergunta:

 

Sabem quem é o autor do texto?

Não.

Mas deviam.

 

Não sabiamos quem era o senhor em causa. Quando me lembrei que deveriamos ter ido ver o livro do autor, já era tarde demais, já não havia tempo.

Comecei a apresentação. Um breve resumo da introdução do autor.

Chegou a vez da Mafalda. A parte dela tinha imensos quadros e o professor bombarde-o-a com imensas perguntas sobre o texto. A quase (ou a nenhuma, já nem me lembro) ela respondeu acertadamente. Perdeu imenso tempo na parte dela.

Chegou novamente a minha vez. Quase nem falei. Quatro diapositivos depois e dizia-me para saltar para o último. Quase que não me avaliou. Na minha curta apresentação gaguejei muito, enganava-me nas palavras, tropelava nelas.

Depois de nos humilhar, dizendo que não sabiamos o texto, que não tinhamos sido sintéticas e uma data de coisas, conclui que o texto era complicado e que por isso o iria tirar da bibliografia da disciplina, sendo que não saia no exame. Quer dizer, faz-nos sentir mal e depois isto?!

Ontem não estava muito preocupada, estava revoltada!

Hoje, olhando a aula de ontem, sinto-me frustada e preocupada. Frustada porque (para mim) o professor partiu do inicio que se a minha amiga não sabia responder às questões é porque não tinha compreendido o texto e por conseguinte, eu também não. Frustada por não ter conseguido manter a calma. Preocupada porque não me deixou apresentar. Que avaliação terei eu? Fomos ambas prejudicadas mas, quiçá, eu fiquei numa situação mais delicada.  

Ainda tenho mais uma apresentação com o mesmo professor. Agora tenho medo. Medo de que volte tudo a repetir-se...

Estou a ouvir: Mafalda Veiga : respolho
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 17:45
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (4) | favorito
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

Que ódio!

Cada vez gosto mais do meu professor sobre Sociedade Portuguesa... Se imaginassem o meu ódio!!!

Primeiro não se cala e não deixa a Mafalda falar, bombardeando-a com perguntas; manda-me calar e não me deixa apresentar e depois é:

 

 Ai e tal ... eu sei que o texto era muito díficil e é por isso que o vou retirar das leituras obrigatórias!

 

Quer dizer, primeiro humilha e depois é isto... vá morrer longe!!!

 

(e mais umas quantas palavras e frases bonitas para este professor!) 

Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 20:23
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (1) | favorito
Quinta-feira, 7 de Maio de 2009

E hoje acordei assim...

Tu nunca gostastes a sério, ou melhor, tu nunca amastes. Quando isso acontecer verás o que digo.

 

Odeio quando me dizem isto. Simplesmente odeio. Magoa, corrói, deixa-me triste lá no fundo, no interior do meu ser. Quando me dizem isto, disfarço com um sorriso e umas frases patetas; outras vezes, porém, limito-me ao silêncio. Depois, sozinha, choro.

Certa vez, depois de me terem dito esta frase, não consegui ficar calada e, revoltada, questionei se realmente podiam afirmar que eu nunca tinha gostado de ninguém a sério. Não obtive resposta. Mais tarde, alguém me dizia que eu nunca devia ter gostado de ninguém verdadeiramente porque, se realmente eu tinha estado apaixonada, deveria ter feito mais por essa pessoa.

Agora, pergunto eu, mas para alguém gostar à séria é preciso rastejar aos pés dessa pessoa? É preciso ir à bruxa e fazer uns feitiços para que a tal pessoa se apaixone por nós?

Sim, eu gostei muito muito dele, quiçá como nunca mais voltarei a gostar... Mas, não existiram outros sentimentos que nos impedem de lutar? Medos, receios, complexos? Isso não contará? E os sentimentos da outra pessoa não contam?

Odeio que me digam que Não sabes o que é gostar de alguém como eu gosto! Será que não sei mesmo?!

Odeio quando alguém se sai com estas estúpidas frases. Se realmente é como dizem, só quando namoramos é que gostamos a sério! Infelizmente nem toda a gente tem o privilégio de ser correspondido!

Às vezes esquecem-se que não depende de nós. Existe a outra pessoa e ela tem uma palavra a dar. Tal como no sexo, para se namor são precisas duas pessoas!

Várias vezes me perguntei o que fariam os outros se sentissem o que eu sinto... Por mais que nos digam que Tu és linda! O que mais importa é a beleza interior... não é fácil lidar com medos e complexos. Aliás, com o tempo percebi que a história O mais importante é a beleza interior não passam de tretas. Sim, tretas. A sociedade não liga a isso. A sociedade valoriza mais, muito mais, o exterior. As televisões, as revistas, a internet, etc., mostram isso... Se não, porque não existe uma novela ou um filme em que a personagem seja feia e gorda? Ok, temos a Betty Feia! Mas, provavelmente no final (não acompanhei até ap fim), ela vira uma beleza, uma brasa, como manda a sociedade. Isso não passa de uma frase criada para um qualquer anúncio publicitário. A sociedade criou padrões de beleza e essa história é só um tapa olhos de quem se recusa a ver os estereótipos que a criamos. Assim, ou somos lindas, de pernas magras e altas, barriga plana, e um peito e cara minimamentes decentes e temos todos os homens aos nossos pés, ou somos gordas e só temos bêbados interessados ou tipos armados em carapau de corrida interessados em gozar com os nossos sentimentos. Se não vejamos as novelas da TVI ou a Rebelde Way... Mas porque raio nas nossas televisões só vemos raparigas novas com um corpo de sonho como protagonista?! E por quê são sempre os gordos os rejeitados e humilhados?! E, porque raios quando existe uma personagem gorda ela vir top model como manda a sociedade?! E depois ainda querem que acredite na história da beleza interior... 

Quando me dissem estas coisas, dá-me vontade de dar meia volta e virar costas ou de bater na pessoa! Não basta gostar...

Apesar de achar a história da beleza interior uma treta concordo com a frase Antes de amares alguém, ama-te a ti mesmo. Se calhar, por não me amar o suficiente nunca foi capaz de fazer nada, isto, apesar de ele me ter dito que era capaz de namorar com alguém como eu, fortezinha! e tanto que era, que a namorada dele aparenta ser assim...

Enfim... 

Creio que já aprendi a lição. Agora, alguém se importa de dizer a quem comanda as nossas vidas (se é que existe alguém) que eu também sou gente?!

E hoje acordei assim, revoltada com a vida e com a sociedade mesquinha em que vivemos...

Estou a ouvir: Rita Guerra : gostar de ti
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 13:09
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (12) | favorito
Terça-feira, 14 de Abril de 2009

Regresso.

Depois das férias, do "papo para o ar", do nada fazer e de apenas me movimentar para mudar o canal da televisão (exagero! é claro que não passei as tardes a ver TV...) eis que regresso à rotina das aulas, dos trabalhos, das apresentações e fichas de leitura, dos livros e das frequências... enfim, à vida de estudante!

Para além do regresso à vida académica, eis também o regresso à dieta... Na segunda-feira, dia de beijar a Cruz na terra dos meus tios, comi à farta, do que me apeteceu e sem olhar ao que.

E a vossa Páscoa que tal foi?

 

Estou a ouvir: Flow 212 : ritmo do meu flow
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 22:14
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (8) | favorito
Quarta-feira, 1 de Abril de 2009

O Doutor Professor distraído.

A aula de hoje foi, simplesmente, hilariante.

O meu colega (com idade para ser nosso pai) teria como missão apresentar um texto, cujo o tema já por si é chato e aborrecido (mas que eu não considero).

Logo se adivinhava uma apresentação engraçada quando, o professor o chamou e ele mal sabia mexer no computador da sala... É natural e compreensível que ele tivesse dificuldades em funcionar com aquelas velhas latas.

Ultrapassadas as dificuldades, eis que começa a dita apresentação.

Inicialmente todos nós estávamos atentos, mas cinco minutos depois parecíamos que estávamos a morrer, incluindo eu que já não sabia o que desenhar mais no caderno. Eu adoro aquele tema, juro, mas com o meu colega a apresentar é de esquecer...

Parecia que ele estava a morrer. Para juntar à festa, em vez de apresentar para nós, os alunos e para o professor, apresentava para a parede!

A dada altura ele lá se perdeu nas suas ideias e pediu ajuda à colega mais próxima mas sem sucesso; voltando-se para o professor diz-lhe:

- Doutor, ajude-me. Como se chama...

Olhamos todos para o professor e qual não é o nosso espanto quando este responde:

- Ah?! Diga, estava distraído!

Foi o risota total! Aquele professor tão sério e exigente, que assusta qualquer aluno, estava distraído e vermelho que nem tomate!

E ainda quer ele que estejamos atentos à matéria!!!

Hoje estou: perdida de riso!
Estou a ouvir: Brandi Carlile : the story
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 20:25
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (2) | favorito
Terça-feira, 31 de Março de 2009

O exemplo...

O meu caderno diário é uma autêntica gatafunhada de letras, setas, números... São apontamentos (se é que os podemos apelidar como tal!) de difícil compreensão e em que poucos o percebem, apenas eu própria (mal seria!) e uma ou outra pessoa.

Outrora, era das pessoas mais organizadas com os cadernos diários. Os títulos tinham uma determinada cor, os subtítulos igualmente, existiam bolinhas, tracinhos e mais uns quantos elementos de organização. Antes da minha entrada na Universidade, os meus cadernos diários eram a perfeição!

Agora tudo mudou. Se quero apanhar tudo (ou quase tudo) do que os professores dizem tenho de fazer tudo à baldas...

Graças a esta desorganização, vejo-me obrigada a passar diariamente em folhas que, posteriormente coloco num dossier, todas as informações recolhidas durante as aulas. Aqui sim, exijo profissionalismo (ou quase) a mim própria... Na verdade, é frequente encontrar pequenos vestígios de corrector pois, não raras as vezes, me confundo na minha desorganização.

Ontem, andava eu "numa de passar os apontamentos a limpo" (porque nem sempre apetece) e comecei pela cadeira sobre os autores contemporâneos da Sociologia. A meio da minha escrita, relembrei o momento em que o professor repetidamente diz a seguinte frase:

- Com certeza que nem todos  vocês escolheram Sociologia como primeira opção. Contudo, à medida que foram avançando foram-se identificando com o curso.

Nisto, a "Mafalda" diz-me:

- Ouvistes o que disse o professor?

- Ouvi. Mas eu sou especial e sou ao contrário.

Eis que ele prossegue no seu belo exemplo:

- Outros, em contrapartida, entraram na primeira opção mas, e espero que não seja esse o caso, começaram a não se identificar com o curso...

Olhei para a "Mafalda" e logo compreendeu em qual me encaixava.

Se ele soube-se o quanto eu o odeio quando ele utiliza este exemplo...

Estou a ouvir: Lifehouse : if this is goodbye
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 18:44
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (2) | favorito
Sexta-feira, 27 de Março de 2009

Menos um...

... e correu muito bem (segundo colegas e o próprio professor) a apresentação oral do texto, melhor do que nós (visto que era em grupo) esperávamos!

Já lhe aprendi o troque: encarnar uma apresentação como uma peça de teatro, onde são necessários ensaios e onde o meu verdadeiro eu fica sentado na mesa a ouvir.

Venha a próxima!

Hoje estou: contente!
Estou a ouvir: Nickelback : far away
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 14:41
link do post | desabafar | favorito
Quarta-feira, 25 de Março de 2009

Odeio...

... prepare textos para apresentação.

... perceber apenas uma parte de um texto.

... fazer apresentações orais.

 

E por agora (porque ainda existem mais), estes são os ódios que em mim renasceram durante esta semana. Quiçá passe na sexta-feira ou, na melhor das hipóteses, quando o curso terminar... Vidinha de estudante é complicada!

Hoje estou: vida complicada!
Estou a ouvir: Klepht : embora doa
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 16:02
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (7) | favorito
Quarta-feira, 11 de Março de 2009

Eu sou mesmo tonta! (parte 2)

Acordei cedo e segui a rotina habitual de sempre: tomar banho, vestir, maquilhar (sem grandes exageros), arranjar o cabelo...

Esperei que o telemóvel toca-se para saber se deveria esperar pela "Mafalda" para irmos juntas para a faculdade. Nada, no telemóvel não aparecia a tão aguardada mensagem. Segui sozinha o percurso, já ia atrasada.

Cheguei à sala de aula e nem sinal do professor ou dos restantes colegas de turma. "Talvez o professor ainda esteja doente e não venha" pensará eu.

Pelo caminho encontro um colega de turma:

- Então, Maria, não vais à aula?

- Eu ia, mas cheguei à sala e estava lá outra turma...

- Então mas a aula não é só às 10?

- É. Então que horas são?!

- 9h10!

Ok, decididamente isto só comigo!

Hoje estou: dorminhoca!
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 09:29
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (6) | favorito
Quinta-feira, 5 de Março de 2009

Dificuldades matemáticas

 

"Alguma dúvida?"

Questiona o professor.

 

"Sim, importa-se de começar desde o início?!"

Pergunta-me o meu eu interior.

 

Hoje estou: na dúvida!
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 17:34
link do post | desabafar | favorito
Quarta-feira, 4 de Março de 2009

Aprender.

Aprender é das melhores coisas da vida. Estamos sempre a descobrir novos saber, mesmo que não o queiramos. Alguns desses saberes nós já os conhecemos, contudo, não sabemos a sua validade, se estão correctos ou errados.

Esta semana confirmei algo que já sabia, algo que o tempo já me tinha ensinado. Parece que à 20 anos me sinto assim...

 

"Quando não estamos bens connosco, também não o estamos com a sociedade, com os outros."

Hoje estou: descobrindo.
Estou a ouvir: Pussycat Dolls : i hate this part
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 22:20
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (2) | favorito
Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2009

Arrependimento...

Desde muito nova que já imaginava o que queria ser quando fosse maior. Aquilo fascinava de tal maneira que sonhava saber tudo o que fosse possível sobre a história dos mais diversos países.

Sonhava, desejava, acreditava, queria...

A paixão por esta área era tal, que afirmava com convicção que "só iria para a Universidade para tirar aquela licenciatura!".

O tempo passou e a paixão pelo estudo do passado seguia lá.

Contudo, a entrada no secundário fez perder parte da magia que sentia em mim. A primeira negativa e as influências ditaram a escolha que mais tarde iria fazer.

Afirmava-se que tal estudo não tinha saída nem futuro e o melhor a optar era algo que mais tarde pudesse dar emprego. Sociologia não é uma licenciatura de emprego com saída (quais serão, actualmente?), mas foi algo que me chamou a atenção. E se me perguntarem porque, não sei explicar... E desistir ou trocar não parece ser a solução, visto que aprendi a gostar.

No entanto, só agora, percebi que deveria ter seguido o meu sonho de menina. Não deveria ter-me importado com opiniões e negativas, mas sim com o meu desejo.

Sei que não é tarde para seguir aquele desejo, que irei realizar... só falta saber quando. O tempo ensinou-me que devemos seguir as nossas paixões e que as coisas mais difíceis são aquelas que mais valorizamos.

Ai se o arrependimento mata-se...

Hoje estou: arrependida!
Estou a ouvir: Susana Félix : um lugar encantado
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 19:52
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (8) | favorito
Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

Já esta!

Não podia deixar de partilhar com vocês a bela notícia que recebi hoje !

Consegui passar à cadeira que no meu primeiro ano odiei e agora já gostava... Passei a Economia !!!

A nota não é lá grande coisa, 10, mas pelo menos está feito e não sai da média da turma. Enfim, já esta!

Tenho de agradecer ao Gato que me deu um grande apoio para passar a gostar desta cadeira !

Hoje estou: feliz!
Estou a ouvir: Ana Free : in my place
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 12:52
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (5) | favorito
Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2009

Próximo!

Há pior coisa que e dar uma branca no exame e se confundir tudo numa pergunta "bué" simples?! Pois... Também me pareceu que não!

Quem disse que os nervos não são traiçoeiros?! Aprende... Confiança a mais dá nisto (já a minha mãe diz)!

Enfim...

Próximo!!!

Hoje estou: nervos!
Estou a ouvir: James Morrison : you make it real
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 20:09
link do post | desabafar | favorito

Louis Braille.

Andava eu no AEIOU, quando encontrei um inquérito aos utilizadores, acerca de algo que me era desconhecido: comemorrou-se o nascimento de Louis Braille, a 4 de Janeiro.

Uso óculos, desde os seis anos; tenho míopia e utilizo uma graduação bastante forte. Um dos meus receios de miúda é a possibilidade de poder um dia vir a ficar cega. É, talvez de todas as coisas, a que mais tenho medo! Apavora-me a só a ideia...

Por conseguinte, respondi ao inquérito proposto, sendo esta a questão:

E eis as opções de resposta e resultados:

 

Dizemos que sim, mas de facto...
13% (54)


Nem pensar. Há muito ainda por fazer.
49% (198)


Sim, tem havido algumas iniciativas positivas.
8% (34)


Atentos... Estamos... À novela das seis, das sete, das nove e das dez.
30% (121)


Total: 100% (407)

 

Acho que as percentagens respondem ao inquérito! Infelizmente, estamos mais atentos às novelas e ao futebol do que às necessidades daqueles que mais necessitam...

Enfim, triste a realidade do país em que vivemos! Às vezes sinto vergonha desta sociedade, em que as novelas e o futebol são as prioridades...

Uma vénia para Louis Braille!

 

 

(cliquem nas imagens para abrirem as hiperligações)

Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 20:08
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (2) | favorito
Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

Exame...

A contagem decrescente termina já amanhã!

Amanhã tenho o primeiro exame do novo ano lectivo.

Nervos? Nem por isso, um friozinho no estomago apenas. Medos? Nenhuns (pelo menos para já). Receios? "Espalhar-me" numa matéria que considerei mais complicada.

Normalmente esta época é uma altura de nervos, medos e receios. Curiosamente não "estou muito preocupada" com o exame de amanhã. Sinto-me  mais confiante. Acredito em mim, no que estudei e de que sou capaz: "Se os outros conseguem, porque eu não irei conseguir?!"

A maioria dos meus colegas tem um "medo tremendo a esta cadeira" e os colegas mais velhos falam de forma assustadora dela... Acho que, apenas eu e a I., não lhe temos receio!

Confiança a mais? Talvez. De qualquer maneira e, como diz a I., "se não passarmos agora, temos a época de recurso ou então fazemo-la para o ano!" 

Hoje estou: positiva!
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 19:55
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (2) | favorito
Domingo, 14 de Dezembro de 2008

Teste, trabalhos e exames.

E o dia passar a ter 48 horas, não?!

Vou dar em maluca com tanto papel e caneta! Definitivamente, "odeio" Dezembro e Janeiro!

Hoje estou: estudante a dar em maluca!
Estou a ouvir: Ne-Yo : closer
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 13:05
link do post | desabafar | favorito
Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

Resposta a comentário.

Decidi responder ao comentário da Lui num post.

Em parte concordo com a tua opinião, quando dizes que devemos amar-nos de qualquer forma. Contudo, nem sempre é assim.

Em tempos houve que aqueles a quem chamava de amigos me quiseram moldar ao seu gosto. Diziam aquilo que consideravam ser o melhor para mim, mas no fundo o que procuravam era alguém com quem gozarem. Sim, foi considerada a "patinha feia da turma"... Quando recordo esses tempos vejo uma menina ingénua que se deixou levar pelas opiniões alheias, tentando agradar a todos e sem que ninguém se preocupasse com as suas ideias.

Hoje em dia, em parte, creio que as coisas alteraram. Já não me deixo influenciar pelas ideias ou opiniões de terceiros. Procuro privilegiar o que sinto. Se antes ficava em baixo quando era alvo de gozo, agora procuro não dar importância a quem nada de interessante tem para dizer.

No entanto, isto nem sempre acontece. Às vezes nem é necessário um gozo ou frases maldosas, acontece sem querer... Por vezes deixamos de gostar de nós por lembranças passadas,  não valorizando o que realmente somos; e é isto que eu quero que deixe de acontecer.

Sempre ouvi dizer que antes de encontramos a nossa "cara metade" precisavamos de gostar de nós. Talvez seja uma ideia pré-concebida. Talvez nem seja necessário haver um grande amor por nós, talvez as nossas próprias fragilidades ajudem a aproximar essa "cara metade".

De qualquer forma, creio ter chegado a uma fase em que começo a gostar de mim... Com alguma insegurança e receio, mas sei que estou lá perto. 

Não sei se me fiz entender; é algo de dificil tradução para mim...

Fico-me por aqui, acerca daquilo que me vai na alma.

Falando noutra prespectiva  (sociologicamente falando... visto que ando a estudar estas coisas...), atribui-o uma parte da culpa à sociedade em que vivemos. Já deu para perceber que a sociedade, através da TV, da publicidade, das revistas, dos modelos, etc., transmite ideias acerca do corpo da mulher e do homem que não correspondem à realidade. Crianças e jovens interiorizam aquilo que lhes é ensinado pelos poderos meios de comunicação social, interiorizam valores que, muitas vezes, são os errados. Acabam por achar que o mais importante em alguém é o seu exterior, a sua beleza e forma física e esquecem o interior.

É engraçado ver, por exemplo, os Morangos com Açucar em que todas as actrizes e actores hesivem belos corpos; e os mais gordinhos?! Curiosamente, na Rebelde Way (sim, vi alguns episódios...) uma das actrizes é gordinha. Por coincidência, a personagem desta é o de uma jovem obsessiva pelo primeiro e único namorado que teve (também tenho o habito de ler os resumos das novelas na "Notícias TV" do JN). E assim ensinamos os miúdos ou a gozarem com quem é gordinho ou a interiorizarem que os mais gordos são obsessivos e violentos e mais não sei o que. Por este e outros motivos deixei de ver o lixo que a nossa televisão transmite.

Acerca deste último assunto tinha tanto que escrever, mas o melhor é ficar por aqui. (só espero é transmitir estas ideias para o trabalho acerca da televisão!)

Hoje estou: inspirada!
Estou a ouvir: Klephet : embora doa
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 20:01
link do post | desabafar | quantas almas desabafaram (2) | favorito
Sábado, 29 de Novembro de 2008

Post sem interesse.

Estou chateada! Porque?!

  • Estou a "morrer" de cansaço;
  • Estou a "morrer" de sono ;
  • Estou a "morrer" de frio;
  • Querem "obrigar-me" a sair (ok, ninguém me obriga, mas depois chateia-me a paciência até que diga "sim, eu vou!");
  • Preenchi os inquéritos obrigatórios, mas na primeira hora em que andei à procura de uma alma caridosa para me ajudar, ouvi coisas que não queria (raios partam à mulher do 2º esquerdo!) ;
  • Ódio estar nervorsa e não me conseguir lembra de como se escrevem às ditas "palavras caras", como por exemplo, airosas e afáveis;
  • Detesto ter de andar à chuva (apesar de adorar-la ver cair!);
  • Para finalizar, estou com um "ódio de morte" à minha internet, que demorou cerca de 30 minutos a abrir a área "criar novo post" !

Digam lá que o meu dia não esta a correr lindamente!!!

Ah, e esqueci-me de acrescentar que talvez tenha descoberto que me enganei no curso !

Que sorte a minha!

Hoje estou: buah, que sorte a minha!
Estou a ouvir: Sara Bareilles : love song
Escrito por DesabafosDaMinhaAlma às 20:00
link do post | desabafar | favorito

.Os prémios.

.Quem desabafa?

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
15
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Desabafos recentes

. ...

. Apresentação.

. Que ódio!

. E hoje acordei assim...

. Regresso.

. O Doutor Professor distra...

. O exemplo...

. Menos um...

. Odeio...

. Eu sou mesmo tonta! (part...

. Dificuldades matemáticas

. Aprender.

. Arrependimento...

. Já esta!

. Próximo!

.Caixa de desabafos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.mais comentados

8 comentários
8 comentários
7 comentários
5 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários

.As imagens

Todas as imagens aqui publicadas resultam de pesquisas realizadas em motores de busca, salvo excepções referidas. A imagem do cabeçalho é da autoria de Irisz Agocs em Artista Blog.

.Arquivado em

. todas as tags

.Pesquisar

 
RSS